terça-feira, 25 de agosto de 2009

10 Termos Ultrapassados em TI

AVISO: Este artigo foi traduzido, adaptado e comentado a partir do original que está no final do post.

Concordando ou não com o "envelhecimento" destes termos, a utilização deles pode denunciar seu tempo na informática e a possível falta de atualização.

  1. INTRANET: Popular nos anos 90, o termo "intranet" referia-se a uma rede privada baseada no protocolo IP e outros padrões da Internet como o HTTP. Também era usado para descrever um website interno, protegido por um firewall e que era acessível apenas pelos empregados. Hoje, qualquer rede privada roda em IP. Basta chamá-la de rede virtual privada, ou melhor, VPN.

  2. EXTRANET: Uma "extranet" tratava-se de conexões a uma rede privada baseada em padrões da Internet (por exemplo, IP e HTTP) que se estendia para além da empresa, geralmente entre empresas parceiras. As Extranets substituíram boa parte das conexões EDI ponto-a-ponto que usavam padrões como o X12. Hoje, as empresas fornecem acesso às suas VPNs para seus fornecedores, revendedores e demais membros de suas "supply chains".

  3. SURFAR NA WEB (Web Surfing): Qual foi a última vez que você ouviu alguém dizer que estava "surfando na Web"? Você sabe quando um termo fica velho quando a molecada não sabe o que ele quer dizer. Para os adolescentes e a criançada, a Internet e a World Wide Web são a mesma coisa. Então é melhor usar o termo "navegando" na Web se você quiser ser compreendido melhor. Em inglês, até o termo "Google" está virando verbo, como se pudéssemos dizer: "Estou googlando."

  4. TECNOLOGIA PUSH: Este termo não foi muito difundido no Brasil, mas o debate sobre os méritos da tecnologia "push" (empurrar) versus a tecnologia "pull" (puxar) chegaram a um ápice em 1996 como o lançamento da PointCast Network, um serviço Web que enviava um stream constante de notícias para os assinantes. Entretanto, a PointCast e outros serviços de tecnologia push precisavam de muita velocidade de tráfego na época. Naturalmente, a tecnologia push se transformou em Feeds RSS, os quais se tornaram o método preferido de publicação de informações para assinantes na Internet. RSS significa Really Simple Syndication (algo como Assinatura Realmente Simples).

  5. ASP (APPLICATION SERVICE PROVIDER - PROVEDOR DE SERVIÇOS DE APLICAÇÃO): Durante esta década, o termo "Provedor de Serviços de Aplicação" se transformou no "Software como Serviço" (Software as a Service - SaaS). Ambos os termos referem-se a um fornecedor hospedando uma aplicação de software e dando acesso a ela pela Web. Os clientes compram o software através de assinaturas, ao invés de possuírem o software fisicamente e terem que administrá-lo pessoalmente. O ASP foi um termo muito usado antes da explosão de empresas "ponto com (.com)". Nessa hora, ele foi substituido pelo "SaaS". Agora, o bacana é falar em "cloud computing" (computação em nuvem).

  6. PDA (PERSONAL DIGITAL ASSISTANT - ASSISTENTE DIGITAL PESSOAL): Criado pelo antigo CEO da Apple em 1992, John Sculley, quando eles revelaram o Apple Newton, o termo "personal digital assistant" referia-se ao um computador de mão, o handheld. O termo PDA continuou em uso em 1996, quando o Palm Pilot era o handheld sensação entre os empresários americanos. Hoje, o termo genérico preferido para um handheld como o BlackBerry ou um iPhone é "smartphone".

  7. TELEFONIA VIA INTERNET: Você precisa se limpar livrar do termo "Telefonia via Internet" e mudar para "VoIP" ou "Voz sobre IP". Até mesmo o termo VoIP está começando a ficar velho porque, num futuro próximo (espero), todas as chamadas telefônicas serão roteadas pela Internet ao invés das operadoras de telefonia. Talvez seja também o momento de falar em "telefone" e "gancho de telefone" porque logo todo o tráfego de dados, voz e vídeo deverá ser feito pela Internet. (Será?!)

  8. WEBLOG: O termo "blog" é uma versão reduzida de "weblog", um termo que surgiu no final dos anos 90 para descrever comentários que um indivíduo publicasse online. Deu origem a muitas palavras em uso até hoje como "blogueiro" e "blogosfera". Hoje em dia, poucas pessoas têm tempo para "blogar" e então elas estão "microblogando", uma outra palavra que surge quando as pessoas entram no Twitter, e que se refere a dar sua opinião ou idéia, utilizando 140 caracteres ou menos.

  9. THIN CLIENT: Você tem que reconhecer os méritos de Larry Ellison em conseguir enxergar muitas das falhas na arquitetura cliente/servidor e popularizar o termo "thin client" (cliente 'magro', ou melhor, 'leve') para se referir à alternativa Oracle de cliente tipo terminal. Em 1993, Ellison estava apresentando os thin clients às empresas como uma maneira de melhorar a segurança e gerência de suas redes. Muito embora os thin clients nunca tenham substituído os PCs, seu conceito é similar ao dos "desktops virtuais" que estão ganhando popularidade hoje como uma base para os que trabalham remotamente.

  10. WORLD WIDE WEB: Ninguém mais fala em "Teia de Alcance Mundial" (World Wide Web), ou ainda em "Supervia da Informação" (Information Superhighway). É simplesmente Internet. Nada denuncia mais a sua velhice em informática do que utilizar estes termos antiquados para se referir à Internet como por exemplo, "supervia eletrônica".

A lista completa de termos você lê no Network World
Postar um comentário